O Início de Tudo - 14º Ato

O grupo conseguiu chegar à torre de Brygitte, contratando os serviços de um pescador da vila de Lago do Diamante. O velho homem levou o grupo através do lago até a ilha onde a torre da "bruxa" se encontrava.
Quando o grupo desembarcou, logo percebeu que a torre era um pouco menos imponente do que esperavam. Na verdade, era uma estrutura precária de madeira, corroída pelo tempo. Ao se aproximarem, os personagens logo notaram também que havia algo de muito errado com aquele lugar.
A torre estava devastada, como se um tufão tivesse passado por ali e revirado tudo, quebrando portas e janelas, até mesmo solapando as estruturas dos andares superiores. Velen resolveu entrar na torre pela janela do segundo andar, usando corda e arpéu.
Enquanto isso, o Camabam e outra parte do grupo foram até a porta principal e para seu espanto viram que ela estava escancarada e um enorme portal estava irradiando sua energia mágica.
Provavelmente foi a aura desta poderosa magia que havia intrigado o gnomo Sooty assim que chegaram no local. Quando o grupo se preparava para explorar o salão, o chão do segundo andar da torre desabou, o que quase machucou Velen.
Aliás, naquele setor da construção o ladino/mago encontrou muitos itens mágicos valiosos, porém, de mais relevante, o que encontrou foi um diário onde Brygitte aparentemente escrevia sobre suas pesquisas mais recentes.
Foi com a ajuda deste diário que o grupo conseguiu desvendar o mistério por trás do portal mágico.
Ao que tudo indica, Brygitte realizou um poderoso ritual para violar as proteções mágicas da Torre de Magia de Zagyg e nela penetrar.
Zagyg foi um poderoso arquimago da cidade de Greyhawk, a qual governou por muitos anos. É sabido que este arquimago se tornou louco com o tempo e que, não faz muitos anos, despareceu da face de Oerth para se juntar aos deuses e semi-deuses nos Planos Exteriores.
Portanto, se o portal realmente estava aberto para tal torre, então aquela seria a passagem para um dos locais mais misteriosos e potencialmente perigosos de toda Flanaess.
Entrar ou não entrar? Eis o dilema que se formava a cabeça dos personagens.
Enquanto uns se debatiam sobre as propriedades mágicas do portal, outros se ocuparam de fazer a limpa na torre, em busca de novas informações reveladoras. nesta busca, encontraram um alçapão que levava a um laboratório subterrâneo. Lá acharam o improvável: um frasco com o famigerado pó de fadas!!!
Com essa descoberta, Velen encampou a idéia de retornar para o formigueiro e cumprir logo a tarefa junto à Rainha Formianm livrando o grupo da sua Tarefa. Com ele concordaram Dyuss e Kira.
Porém, Sooty estava convencido de que deveria haver mais pó com Brygitte e que ela, certamente, entrou no portal. Seguindo a opinião de Sooty, Camaban e Johan concordaram em entrar no portal com o gnomo.
Assim, o grupo se dividiu. Parte dele se voltou para o retorno ao formigueiro, enquanto outra parte resolveu entrar no portal.
Logo que Sooty, Camabam e Johan entraram, contudo, foram vítimas fáceis para um terrível...... PUDIM NEGRO!!! XD
A criatura não poderia ser subestimada, pois o que se viu era sua incrível capacidade de causar dano com tentáculos que se projetavam de seu "corpo" disforme e recoberto de uma poderosa substância ácida.
Se não fosse pela ajuda crucial dos artefatos mágicos encontrados pelo grupo, certamente todos estariam mortos agora. Não obstante os esforços do gnomo e do druida, Johan sofreu ferimentos demais e não resistiu até o final do embate, levando os dois personagens à completa consternação.
A criatura foi afinal derrotada, mas o custo se mostrou elevado demais. Agora, sendo só dois, seria impossível seguir pela masmorra que se abriu à sua frente.
Tristes e combalidos, Sooty e Camabam retornaram para a torre da Brygitte através do portal, entretanto, os demais personagens já estavam longe.
Como tudo isso terminará?

Comentários

  1. Bem, nós ainda não voltamos pra torre da Brygette, mas não vejo outra alternativa que não essa (como já conversei com você na segunda). Vou levar os ossos do Johann para fora e, talvez, dar uma olhada naquelas primeiras portas... Vamos ver...

    Semana que vem tem feriado, podíamos tentar marcar uma sessão...

    abs

    ResponderExcluir
  2. Aewwww, to de volta!

    Como é que ta, povao?
    O pj do bruno morreu mesmo?
    Oh, vou subir esse fim de semana hein!? Apoio a idéia.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Vamos marcar neste fds sim! Ligarei para o Bogus pra saber se ele vai subir ou não. Diego sei q não sobe, pois ele disse q só viria em maio.

    Quanto à campanha, vamos ver no que vai dar... as coisas saíram de forma bem diferente do que eu estava imaginando, pra ser sincero. Mas entendo que a decisão do grupo foi coerente com o pensamento dos personagens.

    A morte do Johan foi a consequencia da divisão. Tenho certeza de que se o grupo estivesse lá reunido (e se o Bruno estivesse presente tbm, né) isso não teria acontecido, pois vocês teriam mais recursos para matar a criatura e se defender dos seus ataques. Além do que, a criatura teria mais alvos tbm, e os ataques poderiam (em tese) ser mais dispersados).

    De qualquer forma, os eventos da última sessão estão me levando a mudar alguns planos para essa campanha. Estava pensando em explorar alguns eventos do cenário, mas não sei se isso será possível agora. Então ainda verei o que podemos fazer quanto a isso.

    Esse arco de aventura poderia se desenrolar no interior daquela masmorra, mas não no caminho do formigueiro. Neste segundo caminho, o que podemos fazer é surgir com novas aventuras (iniciando um novo arco) ou então com side-quests no caminho até a casa dos formians.

    O arco principal mesmo, pelo visto, teremos que explorar em OUTRA oportunidade. rsrsrs.

    Só pra compartilhar com os leitores do blog (leia-se: Robinho), estou pensando em aproveitar esses fatos que falei acima pra dar um stop nessa campanha e retomar aquela de Kalamar, de onde paramos (a chegada do clero de Dirasip no vilarejo élfico, o resgate do espelho de gelthangor e a destruição da forma física de veönamë).

    Naquela campanha, só o bogus precisaria de um novo Pj (a menos q queira usar o Kotesh ou ressucitar o Fulrik - pq o Rhalevahn não quis ser ressucitado). O Diego já tem o Dante (pra quem não se lembra).

    Nesse caso, a atual campanha ficaria de lado por um tempo, assim como a de Kalamar já ficou tbm.

    O que acha?

    ResponderExcluir
  4. Ué... Diego postou pouco antes do meu post!!!
    Então vc vai subir bichona?

    ResponderExcluir
  5. Espero a opinião de vocês sobre o que falei. Não vou tomar decisões arbitrárias NESSE caso. rsrsrs. Mas já manifestei meu pensamento no momento.

    Bjundas

    ResponderExcluir
  6. A respeito da situação do combate, vale dizer que o Camaban não morreu por muito pouco também... Ele já estava com pvs negativos, agarrado pelo pudim, tomando dano de ácido automático e teria morrido. A sorte foi o Lianon, único a ganhar da iniciativa do pudim naquele turno (e olha que o bicho tinha -5 de iniciativa!!! rsrs) acertou a mordida e o matou... Então, foi por muito pouco que não perdemos 2 personagens nessa sessão, o que demonstra que será muito difícil para nós (Sooty, Camaban e Lianon) seguirmos na exploração da torre do Zagyg. O desafio é simplesmente muito acima de nossas possibilidades...

    Concordo com o Mario no sentido de que, se estivéssemos todos lá, as coisas seriam diferentes. Porém, a posição do Cacá foi bastante correta. Eu mesmo fiquei muito em dúvida sobre o que fazer com o Camaban. Ele deseja recuperar o mapa, mas não sente nenhum grande senso de dever para com essa missão, a ponto de arriscar sua vida (sobre certo ponto de vista, nós estaríamos nos desviando da Tarefa outorgada pela Rainha Formian, esse foi o ponto principal na discussão). E, se um paladino não o estava fazendo, por que ele o faria?

    O que pesou na minha decisão foi o fato do Sooty e do Johann terem optado por entrar na torre. O Camaban confiaria mais neles dois (principalmente no Johann, já que os personagens já se conheciam antes do início da campanha, além do gnomo ser um notório encrenqueiro, rsrs) do que no Velen, que apenas muito recentemente entrou no grupo... Por causa disso, ele se firmou na possibilidade de que deveriam buscar por um eventual restante do pó que poderia estar com a Brygette, assim como pelo mapa. Essa acabou não sendo a melhor decisão, mas agora não adianta chorar pelo leite derramado...

    ResponderExcluir
  7. Um outro ponto que esqueci de mencionar é que, em teoria, a torre fica em Greyhawk, então nós estaríamos mais próximos do formigueiro e de um eventual contato com a rainha. Agora, se o Sooty inventou isso na hora só para nós entrarmos lá, eu não sei dizer, rsrs...

    Quanto à sequência dessa campanha, caso o portal não se feche, acho perfeitamente viável uma reunião de todos na direção do formigueiro, assim como a vinda de eventuais side-quests antes de retornarmos à ilha da bruxa para passarmos pelo portal. Talvez isso até viesse a calhar, já que nos permitiria ganhar mais alguns níveis, que parecem que nos serão necessários dentro da torre...

    Porém, a decisão é sua e, se você considerar melhor iniciar um novo arco e deixar esse para mais tarde, não vejo problemas...

    Sobre Kalamar, acho que não é novidade para ninguém que eu gosto muito daquela campanha e estarei sempre disposto a retornar. Acho que tivemos ótimas sessões nela e a história principal me agradava bastante.

    Mas os demais também precisam opinar, lembrando que não é só o Bogus que terá que fazer personagem, o Cacá também, já que ele mal a jogou e seu personagem morreu lá na primeira parte da campanha... Porém, considerando as conversas que tivemos antes de iniciarmos a campanha do Bogus, acho que ele ficará feliz da vida em fazer um personagem de 7º ou 8º nível, rsrs...

    Pensando bem, lembrei que o Cacá tem um personagem sim: o shaman que ele fez para participar em um fim de semana em que esteve em Friburgo. Talvez ele queira usá-lo...

    abs

    PS: E o escritório? Já está tudo certo?

    ResponderExcluir
  8. Perfeitamente, Robson. Concordo contigo.

    Não obstante, estou convencido de que se o Cacá não tivesse batido o pé em ir para ol formigueiro, não teria havido o racha no grupo. Isso não significa, porém, que a atitude dele não tenha sido coerente com o personagem. De fato, o foi.

    Mas a decisão de ir até a torre também não seria incoerente, afinal, o que garante que a decisão do Cacá não poderá importar na morte dele? Digo isso porque ninguém sabe, ao certo, qual a consequência da Missão/Tarefa.

    Eu esperava que o grupo tomasse uma decisão conjunta, mais especificamente em descer através da torre do zagyg. Era o caminho que eu achava mais natural, porém, nem todo mundo viu assim... rs... e isso lançou o grupo nessa situação crítica. Mas isso faz parte e, na verdade, pode tornar as coisas até mais interessantes.

    Outra coisa que acho importante destacar é que um grupo três aventureiros de nível 4 (ou seja, um grupo com ND < 4) derrotou uma criatura de ND 8. Tá certo que fizeram isso esgotando, praticamente, suas energias. Eu me pergunto o que o grupo todo junto faria.

    O que vocês têm que ver é que o encontro também não foi lá tão highlevel assim. O grupo se abasteceu de itens mãgicos poderosos e seriam SEIS ao todo. Acho que a criatura morreria rapidinho. Além do mais, eu não facilitei em nada, nem sequer modulei as estatísticas da criatura para adequar à nova situação do grupo com apenas três pjs.

    Outra coisa: o encontro com o pudim não pode servir de paradigma para o que poderá vir pela frente na torre do zagyg (ou no que se supõe seja sua torre). Haverá encontros mais pesados e outros mais leves.

    Então, assim, não tem certo e errado nessa história, mas que a decisão do Cacá, por mais embasada que estivesse, causou o racha e toda essa situação, isso é verdade.

    Quanto à campanha de Kalamar, é aquilo né. Eu tbm gostava muito daquela campanha, motivo pelo qual disse desde aquela época que poderíamos retomá-la em breve. Eu to animado com a possibilidade iminente, mas como retomá-la poderá significar dedicar muitas sessões vindouras, na prática isso significará deixar de lado a atual por um bom tempo. E eu não estou disposto a fazer isso sem que haja algum concenso neste sentido.

    A atual campanha, como qualquer outra, poderá se desenvolver até quando quisermos. Não tem limite de tempo ou ponto final na história. É uma questão de pilhar continuar ou de pilhar jogar outra coisa e, quando quiser, retornar.

    Quanto ao escritório, tá indo tudo bem. Dps te dou um update pessoalmente!

    Diego, qdo chegar em Fribs AVISA!

    ResponderExcluir
  9. uhulll!

    Vou ver se vou sexta ou sábado, porque segunda é feriado.

    Sobre trocar de campanha, eu até topo.
    O Dante tava muuuuuito melhor do que o Dyuss, então, vou até apanhar menos! ;)
    (mas aqui, a gente nao tava nivel 8 nao! tava?)

    Ainda estou um pouco confuso com o que aconteceu nessa daí, mas pelo que me parece o Dyuss voltou pro formigueiro com o Velen, né?
    Não sei se eu o faria (acho que ia acompanhar os outros na torre) e provavelmente isso ia impactar bastante no combate - com a possível morte do meu pj como principal saco de pancada do grupo - mas acho que pode até ter sido coerente no fim das contas pra nao deixar o Velen ir sozinho com o raro pó de fadas para entregar à rainha.
    Bem, partiu de jogar esse fim de semana entao?

    Vai ser feriado aí segunda tb? Eu devo ir sábado e voltar segunda, acho.

    Abraçao!!!

    ResponderExcluir
  10. Segunda é feriado sim senhor.

    O Dyuss foi com o Velen, entregar o póe de fadas. Além dele o Kira tbm foi.

    Eh, eu não sei, sinceramente, o que o Dyuss faria. O Cacá foi muito enfático no risco supostamente desnecessário de explorar a torre. O fundamento para justificar a exploração era a possibilidade da Brygitte estar lá dentro e de estar de posse de mais pó de fadas (o restante), além do próprio mapa.

    Mas isso tudo era suposição do Sooty. De outro lado, o Velen argumentou que se a Brygitte estiver lá dentro o grupo todo morreria, pq ela é evidentemente muito poderosa, e que nada indica que havia mais pó de fadas ou que o mapa estaria por lá. Então seria uma atitude temerária entrar na torre com tantas incertezas.

    O Velen foi contundente e convincente o suficiente para, na minha opinião, convencer o paladino, que na minha opinião optaria pelo caminho que lhe garantisse com mais certeza cumprir as missões que lhe eram dadas (resgatar o mapa e o pó de fadas).

    Além disso, é claro, estava em jogo tbm a questão do equilíbrio. O Velen retornaria sozinho se o Dyuss e o Kira não fossem com ele. Diante do racha, seria razoável dividir o grupo.

    ResponderExcluir
  11. Apenas para complementar o que o Mario falou, Diego, o Velen argumentou, resumidamente, que nós já conseguimos recuperar o pó (ainda que só uma pequena parte dele) e que não precisaríamos nos arriscar a enfrentar a Brygitte e todos os eventuais perigos presentes na torre sem saber nem sequer se ela possui mais do pó com ela. Para ele, nós já cumprimos a missão imposta pela rainha e, ao adentrar a torre do Zagyg, estaríamos nos desviando do que a magia nos impõe, indo atrás do mapa (que também não sabemos se está lá) e de eventuais riquezas presentes na torre (extra-jogo, ele acusou o Bogus de "marpear", rsrs). Então, para ele, nós estaríamos assumindo um risco desnecessário, que nos custaria a vida, pois, ainda que a feiticeira possua mais do pó, ela é evidentemente muito mais poderosa do que nós e a magia não nos obriga a assumir tal risco... E ele foi enfático ao dizer que, independentemente da decisão do grupo, ele voltaria ao formigueiro, mesmo que sozinho...

    Já o Sooty argumentava que nós deveríamos averiguar a existência de mais e não só retornar com o pouco que encontramos. Nós não precisamos arriscar nossa vida para cumprir a missão, mas deveríamos ao menos verificar se não havia mais junto com a bruxa, aproveitando para tentar conseguir o mapa...

    A meu ver, era algo que exigia um conhecimento arcano que meu personagem não possuía, então tomei minha decisão baseada no que postei aqui ontem (voto este que deu a "vitória" pro Sooty). Ambos os lados tinham bons argumentos, mas o Cacá era mais enfático e seu personagem foi com ele justamente para que ele não pegasse a estrada sozinho...

    Vai depender da interpretação do Mario se a magia está ou não sendo cumprida por um dos grupos ou pelos dois (durante a sessão, ele mencionou estar inclinado à interpretação do Cacá). Acho que vai muito pelo que cada personagem pensa. Na minha opinião (que cheguei a dar na sessão fora do gameplay, pois, como dito, achava que meu personagem não tinha o conhecimento para tomar tal decisão), nós não poderíamos considerar cumprida a missão ao primeiro sinal de perigo e eu achava mais prudente entrar na torre para ao menos fazer um reconhecimento e, se a coisa realmente ficasse complicada (como foi!), voltaríamos. O perigo à frente ainda era apenas uma possibilidade, não uma certeza (a bruxa já poderia ter eliminado muitos dos perigos da torre, por exemplo). Mas o Cacá não se convenceu e o grupo acabou se dividindo...

    Com o grupo inteiro e os itens que conseguimos, acho que teríamos ido bem contra a criatura, sim. A verdade é que, se não fosse pelo cajado/varinha do frio que se encontra com o Sooty, não teria sobreado ninguém, rsrs... Ele deve ter causado, no mínimo, 80% do dano... E, falando em itens, Diego, seu personagem foi o que mais obteve coisas, pelo que me lembro, então, sua ausência na torre foi muito sentida, rsrs...

    Sobre Kalamar, vamos ver o que o pessoal fala nessa eventual sessão no próximo fim de semana. Cientes de que um eventual retorno não significa o fim da campanha atual, mas só um intervalo, como já aconteceu com a de Kalamar outras vezes.

    O Beren estava no 7º ou 8º, Diego. Mas ele estava um nível acima dos demais, pois foi o único a sobreviver desde o início da campanha (cheguei a perder um nível logo antes do reinício da campanha, de forma a não ficar muito acima de vocês).

    ResponderExcluir
  12. Diego, só estou postando para avisar que não houve grandes problemas. Tivemos que torrar umas cargas dos itens e o combate demorou um bocado, mas não tivemos baixas, já que fiquei só de healer praticamente, rsrs...

    E o combate deve ter dado um bom xp. Acho que todo mundo subirá de nível...

    ResponderExcluir
  13. Brigadao pelo heads up Robinho.
    No fim de semana do dia 4 eu subo.
    O próximo nível do Dyuss(caso ele suba de nivel - falta MUITO, tipo 1700 xp) é paladino tb. Podem rolar dv e somar tudo ai se eu nao estiver presente.

    ResponderExcluir
  14. Seria ótimo se pudéssemos jogar no próximo fim de semana, já que também haverá feriado (dia 01, terça-feira), mas nem todos "enforcam" a segunda, então não acredito que vá rolar e deve ficar pro fds do dia 4 mesmo.

    Segundo cálculos do Cacá e do Bogus, nós ganharemos mais de 3000 de xp pelo combate, então pode ficar tranquilo que o Dyuss irá pro 4º nível sim. Salvo se eles tiverem errado muito na conta, rsrs...

    ResponderExcluir
  15. to subindo, nos vemos amanha?!

    ResponderExcluir
  16. Podemos, cara, mas não sei como vai estar o fim de semana do pessoal.

    Bogus eu sei que não estará por aqui...

    ResponderExcluir

Postar um comentário