Gilles Kible Mibil Taled Khilan Ironspoon

Gilles Kible Mibil Taled Khilan Ironspoon nasceu há muitas primaveras atrás, nas Colinas Kron, próximas ao Viscondado de Verbobonc.

Esse gnomo não tem um objetivo muito específico na vida não. Como tal, NUNCA se enquadrou muito bem na cultura nativa do seu povo (tanto assim que não seguiu carreira como inventor ou como ilusionista), e prefere viajar e conhecer coisas novas. Foi esta ansia por conhecer coisas novas, e descobrir o que há por detrás de cada montanha escarpada que recorta o horizonte profundo que Gilles Kible Mibil Taled Khilan Ironspoon saiu ainda muito jovem de sua toca na confortável Anddanzur para rumar para Verbobonc, e de lá para o resto do mundo!

Foi nas terras humanas que Gilles Kible Mibil Taled Khilan Ironspoon aprendeu seu verdadeiro talento para os ataques furtivos, as escapadas de fininho e a agir à socapa e à sorrelfa. Mais precisamente em Verbobonc foi onde Gilles passou a ser conhecido como tal, apenas como Gilles - O Gnomo, ou Gilles de Kron Hills. Afinal, seus muitos nomes não poderiam ser decorados pelos pobres humanos e elfos daquela grande vila (uma vergonha!).

De todos os seus sobrenomes, Gilles só realmente se orgulha de Ironspoon, que na verdade é um apelido que lhe foi dado por Yonca Leitão Tatto Ducho Tijela Tufos Dada Nackle Pepe, um grande amigo seu dos tempos de exploração nas montanhas Lortmil, ali, pertinho das Colinas Kron. Gilles e Yonca eram grandes amigos, mas um dia Yonca se apaixonou e abandou a vida e aventureiro para criar seus filhos (cujos nomes não vou mencionar porque são muito longos). Ironspoon é um apelido justo, porque Gilles certa vez comeu tanto, mas tanto ensopado de lembre com cenouras que mesmo Yonca (famoso por seu apetite) ficou espantado, e lhe deu seu troféu "Colher de Ferro", ganho anos atrás numa competição com os gnomos (antipáticos) de uma vila vizinha chamada Kalangadu. É claro que a fama de Colher de Ferro de Gilles se espalhou pela vizinhança e logo todos na vila souberam de seu feito e de como sua barriga incrivelmente elástica aguentou tanta sopa naquela noite!!!

Gilles viajou muito. Conheceu as terras de Furyondy (só o sul, porque o norte é frio e perigoso), Dyvers, Greyhawk e muito mais. Nenhumas dessas história merece ser contada em poucas linhas, então simplesmente não as contarei agora (talvez mais tarde)

Ele esteve recentemente na Lagoa Cinzenta, mas saiu de lá fugido, pois arrumou encrenca com os anões de lá - o gnomo achou que poderia comer mais batatas do que Kirush, o campeão anão daquela cidadela, mas estava errado (esta história Gilles não conta pra ninguém, pois é uma grande vergonha). Aliás, encrenca ele tem com muitas pessoas naquela região central de Flanaess.

Bem, precisando deixar a Lagoa Cinzenta rapidamente, Gilles viu que um grupo distinto procurava cruzar as montanhas (LOUCOS) e se ofereceu como guia (mesmo conhecendo pouco ou quase nada do caminho à frente). Ele, porém, disfarçou bem e até conseguiu guiar o grupo até um monastério antigo onde já foi acolhido tempos atrás (ele mal lembrava como chegar lá). Aproveitando a jornada, Gilles começou a juntar um dinheirinho para pagar uma antiga dívida com os anões de Dumadan e assim, quem sabe, recuperar seu prestígio com aqueles da lagoa cinzenta.



Ele só não esperava era ganhar tanta afinidade com aquele grupo esquisito. Esse pessoal parecia estar meio perdido. Pelo que Gilles entendeu, eles gostam é de viajar mesmo, afinal, que tipo de pretexto era esse de espantar os caçadores de ovos de griffo? Coisa mais esquisita...

Fato é que esse grupo é composto por um sujeito com galhada na cabeça, um outro que só sabe falar cantando, um que usa uma cueca na cabeça, outro sempre desmaia quando um monstro aparece e outro lá que cada hora se comporta de um jeito - às vezes luta com espada, às vezes com as mãos. EU HEIM!!! ESSES CARAS PRECISAM DE ALGUÉM QUE DIGA PARA ONDE IR, ONDE ESTÁ A AVENTURA!!!

Comentários

  1. Hehehe, essa foto do gnomo foi foda!!!

    E o Camaban não tem galhada na cabeça!!! rsrsrs

    ResponderExcluir
  2. AHUauhuahauhauh muito boa a historia

    ResponderExcluir

Postar um comentário