A Lenda da Folha Caída - 8º, 9º e 10 º Atos

Unmada retornou para seu povo no deserto e Hargon para a Prompeldia. O grupo seguiu para Bet Rogala e apenas Galahad se desgarrou, retornando para Bet Urala.

Fato é que Beren e Allus descobriram que uma mulher chamada Felana, por volta de 3 séculos atrás, escreveu sobre o rei sol, mas uma amostra do livro existente na biblioteca do colégio de magia de Bet Rogala não estava completa

Galahad encontrou uma situação drástica em Bet Urala, com o povo exausto pelo trabalho incessante e os templos despidos da maior parte de seu ouro e prata. Tudo graças aos confiscos arbitrários promovidos pelo Imperador Kabori. Adrecius, mentor de Galahad, não está nada satisfeito e muito preocupado com a hesitação dos líderes das igrejas em desafiar a autoridade do Imperador e decidiu agir por conta própria, pedindo que Galahad fosse ao encontro de seus companheiros em Bet Rogala e o mantivesse informado sobre os avanços do grupo na descoberta da origem da Máscara e sobre possíveis formas de refrear o Imperador.

Assim foi feito. Quando Galahad chegou em Bet Rogala, uma semana mais tarde, o grupo imediatamente partiu para Fobamido, cidade em que Felana teria vivido séculos atrás. Dali partiriam para o porto a fim de embarcar numa viagem para a Ilha do Tesouro, onde suas riquezas ainda devem estar preservadas - ao menos esse era o plano.

Acontece que Veönamë, um elfo muito ancião, residente de Fobamido, ensinou ao grupo que Felana pode estar viva, vivendo no interior dos Bosques Fantasmagóricos (vizinhos da cidade). O grupo rapidamente rumou para lá, ainda mais porquanto o elfo prometeu fonecer mais informações sobre a história se o grupo conseguisse sair vivo do bosque.

Tudo mudou quando o grupo efetivamente entrou na mata. Primeiro foi um combate com mortos vivos (fácilmente debelados pela luz brilhante de Galahad) e depois pelo encontro com a própria Felana, em sua torre antiga...

... quais as revelações que serão feitas?

Comentários