A Lenda da Folha Caída - 1° ao 4° Ato

Os personagens se reencontraram ao chamado de Allus.

O mago descobriu que a Máscara das Raças não era artefato de Deb'fo, mas sim um item muito mais antigo do que os persoangens pensavam. A máscara teria sido utilizada por diversos líderes do povo Dejy durante as eras que antecederam ao domínio Brandobiano e Kalamariano da região central de Tellene.

Tais líderes sempre conseguiram levar seus povos a uma espécie de supremacia sobre os demais, governando-os até que as máscara lhe fosse usurpada e surgisse em poder de outro povo.

Em certo ponto, a máscara desapareceu, sendo descoberta por Suvinus e indo com ele para seu descanso final.

Agora, a máscara está nas mãos do Imperador Kabori, graças à atuação dos personagens, que a entregaram ao clero de Deb'fo em Bet Urala. Seja por acaso ou não, fato é que Kabori iniciou nos últimos dois anos uma investida Até agora bem sucedida) sobre nações vizinhas, avançando, inclusive, sobre O'Par.

Uma investida deste tipo nunca foi possível por causa da discordância dos diversos senhores Kalamarianos, porém, agora Kabori parece ter conseguido unir a todos sobre sua bandeira, eliminando as discórdias que refreavam seus planos.

Allus descobriu a suposta localidade da tumba do último líder Dejy a utilizar a máscara e acredita que lá poderá encontrar informações preciosas sobre a natureza e extensão dos seus poderes.

Estas informações certamente interessariam a nobres Pekalenses ou talvez mesmo ao Príncipe Kafen (de Pekal) e Allus entende que conseguiria grande recompensa pelo esforço de recupera-las.

Foi por isso que convocou os personagens, com o fim de o ajudarem. Apenas Kotesh não se juntou a Allus, tendo vista que agora é um agricultor em Basir. Por outro lador, Allus apresentou ao grupo Fulrik - um anão soturno que conheceu em seus dois anos de estadia em Bet Rogala.

-

A aventura começou com o encontro dos personagens em Bet Rolaga, capital de Pekal. O grupo seguiu até a Prompeldia, cidade dos ladrões. Logo descobriram porque a cidade possui este nome.

Para chegar até tumba do líder Dejy o grupo precisou passar por um "teste especial" proposto pela guilda de ladrões que comanda a cidade a fim de obter um guia que pudesse levá-los através do Deserto de Elos em direção ao local em questão.

-

Com a vitória sobre o "teste" da guilda de ladrões, o grupo partiu para o Deserto de Elos, acompanhados do guia, Hargon Thalardil. Descobriram que aquele local já foi um mar há muitas eras, e por isso, o chão é exageradamente salinoso. Nada cresce por ali, os ventos não sopram e o calor se torna abrasivo.

Após alguns dias de caminhada estafante, o grupo chegou a um vale profundo. Allus desceu por ele gritando e atraiu a tenção de um grupo peculiar de criaturas do deserto.

Logo, dezenas de formians do deserto surgiram para defender seu território da "ameaça" que os personagens representam. Ao todo 53 formians se juntaram para atacar o grupo, que se defendeu muito bem. No meio do combate um figura misteriosa surgiu para ajudar os personagens. Para piorar o que já era difícil, um Ankheg também surgiu.

O grande combate foi demorado. Ao final, apenas Beren e Allus resistiam. Mas ainda havia cerca de 12 formians de pé.

Será que conseguirão sobreviver?

Comentários

  1. conseguiram sobreviver graças ao, mega, ultra, powerfull, master of elements of the ,with his montrous, giant, toten of chaos of the eagle of the gods of nature of animals and chaos (again), salva-los de todoas as formiguinhaz(com Z) da destruição.

    brevemente postarei um breve pore descente background pro carinha lá

    OBS: a classe shamam foi a parada mais irada desse senário de kalamar.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Postar um comentário