Em Busca da Cura - Final



.... a druida, supostamente Byrnei (arquidruida da Ordem do Altar de Ébano) leva os persoagens até a margem de um lago, onde Logan entra em transe após se "ungido" com as águas daquele local misterioso. A unção parecia ser parte de um ritual preparado por Byrnei, e permitiu que Logan falasse brevemente com o espírito do lado (o Senhor do Lago), cujas palavras foram confusas e de pouca valia pra Logan. Byrnei, no entanto, parece ter entendido a mensagem misteriosa e permitiu que o grupo ali ficasse até que ela preparasse o elixir adequado para curar Gunthar.

Dois longos meses se passaram até que o grupo retornasse à Chendl, com a tão esperada cura. A Gunthar foi ministrado o elixir, e ele se curou completamente (levando alguns dias até se recuperar por completo). Ocorre que, por ocasião da passagem dos personagens pela cidade de Nellix, ainda no Ducado de Urnst, um misterioso sujeito chamado Terjon de Onnwal, pediu ajuda a Logan. Na verdade Terjon diz ser um refugiado de sua terra, tomada por uma Irmandade vilânica. Sabendo através de Gunther que Logan é um membro dos Cavaleiros do Cervo, Terjon aguardou pelo seu retorno à cidade para pedir que ele levasse uma carta "àquele a quem Logan chama de Senhor" a fim de conseguir alguma ajuda de Furyondy para Onnwal.

Gunthar promete apresentar a carta aos membros do Concílio dos Treze, para que eles decidam o que fazer quanto ao pedido de Terjon. O Conílio então, decidiu que o envio de qualquer ajuda formal substancial a uma terra tão distante e em razão de um pedido não oficial (sem a chancela do "rei" de Onnwal) não seria prudente face às necessidades de Furyondy se proteger do Ancião. Entretanto, os membros do concílio aprovaram o envio de emissários para a região, a fim de determinar a gravidade da situação e para descobrir se esta Irmandade não seria mais um dos "braços do Ancião. O Rei Artur Jakartai conheceu do pedido de Terjon e autorizou o envio do emissário, determinando ao Castelão e Comandante dos Cavaleiros do Cervo que determinasse que homem enviar para o local. Sir. Gladwel Solan, por sua vez, escolheu o próprio Logan para a empreitada, elegendo Sir.Garael Beouve para a missão de levar-lhe a notícia.

Então, Logan, já incumbido de missão, graciosamente aceita (para um certo desgosto de Gunthar) reuniu-se com Belarin, Gunther e Gaius para iniciar os preparativos para o retorno ao Ducado de Unrst e posterior partida ruma a Onnwal.

Primeiro, e à cavalo, de Chendl até Willip, e depois, de navio, de Willip até Leukish. Um mês de viagem e os personagens retornam ao Ducado do "Urso Rampante". Lá, Belarin conhece Merrin Farhair, um pequenino famoso por sua bravura enquanto capitão de um navio (o "Espinha de Tubarão"). Conversando com Merrin, Belarin acaba por conseguir uma forma mais rápida de chegar até Onnwal - através da travessia do rio Nesser, de navio. De outra forma, teria-se que percorrer um longo caminho por terra, crusando o Reino de de Nyrond e o Grande Reino de Aerdy. Ainda em Leukish, o grupo se reuniu com o cônsul de Furyondy em Urnst, a fim de que esse lhes fornecesse (por ordem direta do Rei) os mapas necessários ao sucesso da empreitada de Logan até Onnwal.

Agora o grupo precisa, antes de tudo, tentar reencontrar Terjon, em Nellix, para depois seguir de navio para Onnwal. Que aventuras aguardam os personagens?

Comentários