Em Busca da Cura - Parte 3

Os personagens fugiram do território dos Trolls com vida! Seguiram margeando o pântano até encontrar um local pouco profundo para poder atravessar a região alagada. Após, seguiram caminho pela Floresta Ganarley até Caltaran. Lá, uma das pontes que dá acesso à cidade estava sendo atacada por duas aranhas monstruosas. Os aventureiros decidiram ajudar os guardas, e a batalha foi demorada.

Como resultado, as aranhas acabaram por serem derrotadas, mas não sem antes eifar a vida de alguns guardas e do pobre Arathor - que morreu esmagado por uma delas. Seu honroso funeral tomou lugar na própria cidade, e foi organizado rapidamente pela igreja local de Heironeous. Tristes e abatidos (sic) os personagens rumaram para Dyvers e depois para a cidade livre de Greyhawk. Exceção feita a Saul e Wallmort, que se envolveram em uma missão para encontrar o covil das aranhas e destruí-lo.

Nesta última, descobriram, na guilda dos cartógrafos, que a floresta de Celadon é deveras distante de Greyhawk. Isso preocupou os personagens, porquanto a vida de Lorde Gunthar está por um fio. Existem muitas rotas até esta floresta, todas passam pelo Ducado de Urnst. Mas qual a mais segura? E qual a mais rápida? Normalmente essas perguntas obtém respostas inversamente proporcionais. Que decisão tomar? Que caminho seguir?

Enquanto essas respostas não são dadas, os personagens descansam e aproveitam o festival da cerveja sob o brilho da lua cheia de Celene e sob as bençãos de Fharlanghn.

Comentários