Em Busca da Cura - Parte 2

Gunther e Logan finalmente encontram o misterioso druida, enquanto Belarin descansa da penosa viagem na estalaagem do moinho. O druida explica que o elixir que eles desejam é de fato muito raro, e que mesmo ele não dispõe de tal sorte de medicamento. Sua matéria prima é rara, e caçar e ceifar a vida de um ser místico e bondoso como um unicório não parece ser uma opção sábia. Ele sugere então que o grupo busque um povo élfico que vive em uma floresta conhecida como Celadon, pois certamente estes elfos dispõem de um elixir ao menos semelhante a este.

Enquanto isso, Belarin conhecia novos amigos na estalagem. Viajantes que rumam à Greyhawk, em busca de respostas para seus próprios problemas, de aventuras ou de dinheiro - cada um segundo seu próprio objetivo. Airk, Gaius, Saul, Arathor e Wallmort juntam-se a Belarin, Logan e Gunther na viagem até Greyhawk e, posteriormente, até Celadon.Na manhã em que partiriam, Gunther descobre a existência de uma trilha que corta caminho até Dyvers, passando por parte da floresta Gnarley - a leste. O grupo pondera sobre os perigos de tal viagem, mas a pressa em chegar logo a Greyhawk acaba prevalecendo sobre a questão de segurança. E então a viagem tem início, primeiramente passando por Verbobonc e, depois, através da floresta. Os pequenos encontros com animais silvestres em nada pertubam o grupo, entretanto, quando de passagem por uma região pantanosa, um bando de dois Trolls surge para proteger seu território. Os personagens lutam bravamente, e conseguem derrotar temporariamente os Trolls, o que lhes dá tempo suficiente para fugir.

Será?

...

Comentários

  1. eu acho que meu monge bateu demais nos trolls...o cara com apenas d6+2 de dano destruiu tudo rsrs.To brincando,o grupo ajudo.

    A sessao foi manera que continue assim!!

    ResponderExcluir
  2. rsrs... salve!

    É, foi legal. Vamos tentar manter assim!

    Abraços!

    ResponderExcluir

Postar um comentário